sexta-feira, 4 de junho de 2010

Quimera

Minha felicidade já era.
Não sei se acabou, fluiu, partiu.
Sequer sei se ela já existiu
Ou se não passou de uma quimera.

Findou-se a bela primavera,
Apenas o inverno evoluiu
E as outras estações excluiu
Juntamente com a presente era.

Oh! Efemeridade terrestre
Que nos leva até o sepulcro...
Somos só adubo de cipreste!

O Criador em todos investe
E ainda por cima sai no lucro:
A sete palmos, vida inerte!

Um comentário:

Genny LiMo disse...

U.u


Kusses main Liebe.