quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Hipótese


O futuro do pretérito
Tem lá seu mérito;
Está mais perto
Do que se imagina.
O mais certo
- Eis minha sina -,
É que no meu caso
Ele mora ao lado:
Eu te amaria
E encheria de carinho
Se você não tivesse dado
Para o vizinho.

sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

domingo, 5 de janeiro de 2014

À Véspera do Escarro


Camarão que dorme a onda leva.
Homem que se distrai é engolido pela selva.
Dormi; distraí-me.
Traí-me.
No meu sonho, muito me iludi.
Imaginei um mundo onde as pessoas não precisavam prejudicar umas às outras para serem felizes.
Onde puxar o tapete não é a única forma de vencer que existe.
Acordei pisoteada, coberta pela areia da praia,
Subjugada por não me igualar à tal laia.

Neste mundo não há lugar para ingênuos.
Augusto dos Anjos advertiu e era mesmo um gênio.
Neste mundo, os bons são sempre esmagados.
Terra miserável só dá frutos putrefatos.
Neste mundo, o trigo já anda pouco:
A lama que nos espera multiplicou o joio.

Entretanto, se for para me tornar tão vil,
Se for para transformar meu coração em mero objeto vazio...
Permanecerei nos braços de Morfeu, pois neles o mundo é menos feio
E que venha a onda, levando-me junto com meu pueril devaneio.

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Amanhe-SER


Ano novo, novo ano...
A vontade de traçar um distinto plano
Está dentro de nós:
Em cada despertar soturno,
Em cada pensamento noturno,
Cabe o desejo de mudar.
Em todo amanhecer
É um ano novo que está a nascer.
Não precisa esperar 365 dias,
Pois o réveillon é mera simbologia:
A disposição de seguir em frente
E fazer tudo diferente...
Depende somente da gente.