quinta-feira, 8 de julho de 2010

Pressa Corrosiva


Forcei a fluição da ideia,
Forcei a fluência da palavra.
Por que você ainda não estava
Ao lado desta mera plebeia?

Forcei a fala de quem amava,
Forcei a fama de minha estreia
Por que me mostrei à assembleia
Ao lado de quem mais brilhava?

Roo unhas, a insônia me assola.
Ansiedade vil que me destrói,
Só porque não espero minha hora...

Mas será que a paciência constrói?!
Não vejo porquê não ir embora,
Pois essa pressa ainda corrói!

5 comentários:

Genny LiMo disse...

^^ Gostei das rimações. ;****~

Mensagem Efêmera disse...

Obrigada, eu faço o que posso rsrs' (X

Genny LiMo disse...

hehehe... Eu vejo. ^^

Mensagem Efêmera disse...

kkkkkkk' pois é x3

Genny LiMo disse...

=* Continue sempre assim! ;)