quarta-feira, 26 de junho de 2013

Amar-go


Você se foi e deixou a xícara cheia.
E eu, abandonada por inteira,
Fui deixada vazia
Junto dessa manhã fria.
Mas se quiser voltar,
Vou guardar seu lugar.
E se o café esfriou,
Eu esquento o leite pra nós dois.
Mas se você não vier,
Não importa onde estiver:
Manterei sua cadeira vaga
Ainda que me torne, da solidão, escrava.
E o café terá o sabor mais amargo
Se não te tiver à mesa, ao meu lado.

Um comentário:

Arianne Barromeü disse...

Que lindo, Lara. Aqui tudo é muito inspirador.

Aqui se foi e deixou a xícara pela metade. Café frio e tudo vago. :'(