quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Amar(ras)



Amar sem amarras.
Porque amor é sentimento que rasga
Os limites, os medos e a razão.
Então abre o teu coração,
Permite que a felicidade invada o espaço
Para que, assim, eu caiba no teu abraço.
Deixa arfar e inflar o peito,
Que o que tiver de ser feito...
Será.

Um comentário:

B. disse...

Que poema mais singelo, Lara! Quanta doçura! Adorei. O amor certamente nos tira a razão. E viver em amor, é literalmente viver sem amarras, viver livre e feliz.