quinta-feira, 30 de maio de 2013

Soneto de Amor Eterno

Para Danila Gonzaga

Desejo juntar meus pés aos teus pés;
Criar um universo sob o edredom...
O amor também é um precioso dom:
Ultrapassa intranquilas marés.

Prometo-te, então, os dias fiéis,
Imersos em um cotidiano bom.
Se o nosso sentimento tiver som,
Extrapola todos os decibéis.

Na plenitude da vida inteira,
Amostras constantes de serenidade
Da mais sincera e verdadeira

Relação de cumplicidade.
De segunda até sexta-feira,
Ao além que aponta a eternidade.

10 comentários:

Sabrina Andrade disse...

Apaixonada por esse soneto ♥

Que coisa linda!

Tamy Oliveira disse...

Que lindo!

Lívia Almeida disse...

Nossa! Que lindo!! O amor inspira tanto!!! Que bom, Lara.

Arianne Barromeü disse...

Estou apaixonada por este soneto, Lara! Foi tão gostoso de se ler... Do início ao fim! Me senti cantando enquanto lia... O amor é algo que nos inspira tão bonito, nossa, estou comentando isso com um sorriso no rosto!

Perfeito!

Beijos, Lara.
Arih

Prateleira de Biblioteca disse...

Muito bonito! ^^

B. disse...

Amar é um dom. Amar é ser eterno um na vida da outra. Que esta dádiva possa ser mais valorizada. Linda poesia!

AquilesMarchel disse...

bonito, simples


imagino como a inspiração desse texto deve ser especial

Raehli Hage disse...

Que coisa mais linda Lara *-*
Como sempre, tens um talento impressionante, quando crescer quero ser como você! hahaha



Alyne Roberta Neves Costa disse...

Que doce poema...

TiagoQuingosta disse...

Beautiful *.*