segunda-feira, 6 de maio de 2013

Cedo ou Tarde?


I

O que é cedo e o que é tarde?
O que é cedo vem do desespero,
Da pressa e do alarde.
Quando é cedo demais, há o grito
Aos quatro cantos para o abate.

O que é cedo e o que é tarde?
O que é cedo vem da carência,
Da incompreensão e do descarte.
Quando é cedo demais, há o gemido
Alto e sonoro para o desempate.

II
O que é tarde e o que é cedo?
O que é tarde vem do vil medo
Da solidão e do embaraço.
Quando é tarde demais, há o apreço
À compensação para o excesso de espaço.

O que é tarde e o que é cedo?
O que é tarde vem do engano ledo
Do anúncio e do estardalhaço.
Quando é tarde demais, há outdoors pelos canteiros
Aos quarteirões para cicatrizar o estilhaço.

III

O que é tarde e o que é cedo?
O que é cedo e o que é tarde?
Amor quando é bom e verdadeiro,
Amor quando é pleno e por inteiro,
Amor quando não é vão, é duradouro...
Não se guia pelo relógio, vem repentino e acerta:
Nem cedo, nem tarde, mas como estouro:
Amor para ser eterno... Vem na hora certa.

3 comentários:

B. disse...

O ser humano como o imediatista que é, se deixa enlaçar pelas dúvidas sobre o tempo, pelo desejo de controla-lo. Mas o que importa, é que em relação ao amor, não sabemos a hora ou o dia em que ele aparecerá, porque é espontâneo, repentino e incontrolável. Não importa se surgiu em um ano ou em dez anos, o que vale é poder viver esse amor.

Lê Fernand's disse...

lindo.
parabéns, lara.

Lívia Almeida disse...

Não sabemos a hora em que acontecerá, mas quando chegar saberemos.