domingo, 23 de setembro de 2012

Nome


O amor não tem conceito,
E tampouco preconceito.
O amor não tem nexo,
Cor, raça ou sexo...
O amor não tem religião,
Credo, seita ou sermão.
O amor não tem sobrenome,
Nem família de renome.
O amor só tem um nome,
E esse nome é: amor.

6 comentários:

Genny disse...

E só quem conhece sabe que começa inusitado e vira perfeição em forma de sentimento.


Bjos, querida.

TiagoQuingosta disse...

Apesar de ser um substantivo masculino o amor não tem sexo mesmo. Nem casta, nem hora certa, nem aviso prévio...

Ana Andreolli disse...


Tava sumida mais voltei viu?

Adorei o poema, tão bonito.


beijos

Pâmela Cristina Ribeiro Ferracini disse...

Amor, amor, amor, seja como for, como é bom sentir o amor.

Marisete Zanon disse...

Amor é amor!

Amanteli disse...

que graça tem a vida pra quem não o sente?