sexta-feira, 20 de abril de 2012

Soneto de Decisão

 

No eterno desconcerto do mundo,
Cabem mais decepções que conquistas.
Portanto, nessas mágoas afundo,
Mergulhando em esperanças mal vistas.

E nesse sofrimento profundo,
As dores são tristezas contidas
Arquivadas no sótão imundo

De minhas anteriores feridas.

Se da vida só se leva derrota,
Se do amor só se tem rejeição,
Decidi mudar a minha rota

A fim de repousar meu coração:
Uma solução de repente brota
- Decidi me conformar com a solidão -.

8 comentários:

Sabrina Gomes disse...

Acho que por muitas vezes , buscando ser feliz, buscando companhia , acabamos por ficar pior do que estamos ! Talvez , alguma vez, seja viável se conformar com a solidão, para o nosso próprio bem! Beijão, www.spiderwebs.tk

Andressa Tavares. disse...

Essas decepções as vezes nos fazem parar.
Querer viver a vida só pra gente, e nos tornamos cada vez mais egoísta, criamos um muro pra nos proteger de tudo, e ai ficamos sozinhos, indecisos e medrosos

Edilson Cravo disse...

Querida Lara:

"Ainda é cedo amor, mas começaste a conhecer a vida... (Cartola)
Lindo fim de semana. Beijoooos.

nilson disse...

Paradoxalmente, a solidão é companheira.
E amar é uma busca fatalmente decepcionante para que não nos lembremos da solidão.
Ela nos espera. Sempre. Nascemos solitários e morremos solitários.

Natália Rocha disse...

Lindo, Lara! Essa é a rota de muitos.

beijos!

saudade daqui!

B. disse...

Esse texto é a minha cara. Assim que me vejo, que penso e que quero que seja. Decidi também preferir a solidão, pelo menos agora, pq nunca se sabe o que está reservado pra nós. MAS, eu gosto da minha companheira solidão e talvez sem ela, hoje seria tudo diferente e menos bonito.
Adorei o texto.

vendedor de ilusão disse...

Olá, vim em visita e, mais uma vez, lhe parabenizo pelo blog, Tenhas um magnífico final de semana.
Abraços.

Jô Ann disse...

Como compreendo. Que lindo <3