sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Das Coisas que Farei ou Deixarei de Fazer (II)‏


Quando eu te encontrar, meu bem,
Contornarei o espaço
E na circunferência de um abraço
Permitir-me-ei ir além.
Porque encontros assim
Só ocorrem uma vez na vida,
E que a tua ferida
Seja cicatrizada por mim.

7 comentários:

Natália Rocha disse...

Há encontros que nenhuma circunstância pode adiar, há de vivê-lo, abraçá-lo.
Lindo teu escrito, Lara querida!

beijo!

CYWMARA WADISQUY disse...

HUM...ASSIM QUE SE FALA \o/
afinal "encontros assim
Só ocorrem uma vez na vida"

XEROooo

Paulozab disse...

Essa foi massa... Gostei o/

Andressa Tavares. disse...

Awwwwn..
que amor bonito e sincero *-*

( sinto saudade de vc u.u )

Lívia Almeida disse...

Apaixonante, Lara. Estava com saudades de ler seus poemas...

Abraços!

xD

deia.s disse...

Que belo.
Quando encontrar com o meu alguém, será bem assim.
Do inicio ao fim. (:
Adoro o que você escreve, tem muito talento gatissima!

http://amar-go.blogspot.com/

Felisberto Junior disse...

Olá!Boa tarde!
É verdade!
Tem encontros, que só ocorrem uma única vez na vida!
Boa quarta!
Abraços!