quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Compromisso


Sabendo que não te mereço
Fiz-me altar de promessas para melhorar
E se faço o que posso, tudo tem um preço
Açoita-me a culpa por não me igualar.

Sabendo do teu apreço
Esforço-me para ser digna do teu amar
E se às vezes me esqueço,
Ponho-me de volta, às memórias, para lembrar.

Sabendo de minha imperfeição
Ajoelho-me à noite para não pecar
E se faço morada em teu coração
Sinto-me querida e não quero perder meu lugar.

Sabendo de teu cuidado,
Evito ao máximo provocar teu penar
E se já tivera eu te machucado,
Desculpo-me e tento, ao erro, não retornar.

Sabendo que sou assim, tão torta,
Deixo-te livre para me abandonar
E se preferires permanecer, dizendo que não importa,
Alegro-me e volto à rotina de sempre me superar.

3 comentários:

Anônimo disse...

Hmmm not bad rs

Samuel Balbinot disse...

Bom dia Lara.. ficou muito belo o uso das rimas com o final eço.. rima é sempre rima.. elas que tornam o ecanto a poesia.. lindo dia

B. disse...

Cada vez mais seus textos superam minhas expectativas. É incrível, cara!
Acho que disse tudo, o que eu quis dizer muitas vezes e não consegui.