sábado, 27 de outubro de 2012

Briga de Roda


A rosa brigou com o cravo
Debaixo de um barzinho:
O cravo soltou os caralhos
E a rosa deu para o vizinho.

O cravo, só na birita
Nem cogitava parar.
A rosa cansou dessa vida
E mandou o cravo pastar.

Depois do dito divórcio
A rosa despedaçada
Suga outro pólen sem remorso:
Encontrou uma samambaia.

9 comentários:

Genniffer Moreira disse...

Lindo, cara, chorei.


Abração!

Elisa Cunha disse...

Adorei, simplesmente!

B. disse...

Senti como se fosse uma paródia da música, não sei se foi essa a intenção, mas foi o que me passou. Muito criativo, adorei bastante *-*

Nath disse...

Adorei!Muito bom :D

Rafael Picanço disse...

Escatologia também pode ser romance. :P

Amanda Souza disse...

Eu me diverti lendo, rs. Acho que é "o cravo e a rosa" da atualidade! É bem por esse caminho que as coisas vão.
P.S. Porque eu li com a melodia da música original? rs
Beijinhos

hiperbolismos.blogspot.com

Pâmela Cristina Ribeiro Ferracini disse...

Nossa Lara que show, amei muito, senti a música hahaha, \o

TiagoQuingosta disse...

Parabéns pela ousadia. É assim que as coisas funcionam mesmo, na vida real. Rsrsrs.

Thiago Soeiro disse...

Eu adorei, simplesmente adorei. haha