quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mensagem Efêmera

 
Veja como a vida escoa
Veja como a vida passa
Veja como cai a garoa
Veja como perde a graça

Veja como tudo é rápido
Veja como uma mensagem
Veja como humor flácido
Veja como maquiagem

Veja como é passageira
Veja como é poesia
Veja como missioneira
Veja como uma epifania

Veja como saudade
Veja como fosse outrora
Veja como efemeridade
Veja como tem mais lá fora

Veja como acaba aqui
Veja como tem mais além
Veja como eu já sofri
Veja como já fui alguém

Veja como um momento
Veja como é instantâneo
Veja como brinca o tempo
Veja como é espontâneo

Veja como é relativo
Veja como é veloz
Veja como é ativo
Veja como é atroz

Veja como é fugaz
Veja como é demais
Veja como é sagaz
Veja como quero mais

Veja como déjavù
Veja como lembrança
Veja como já vivi
Veja como esperança

Veja como um adeus
Veja como um olá
Veja como age Deus
Veja como vou-me já

2 comentários:

lenin disse...

Carpe Diem? Li esse poema ao som de The Gun do Lou Reed, foi surreal! Saí com a impressão de que tudo é passageiro, VIVER mais é o projeto a partir de hoje, mas há o lado bom né. Como TUDO é passageiro, é deduzível que as partes ruins também são. O que estraga é que elas têm o mal costume de durar ou aparentar durar mais que as boas. Fica aqui meu comentário efêmero ;D

Genny LiMo disse...

;) Oh, a tua mensagem é deverás efêmera! #Adorei