sábado, 11 de junho de 2011

Castanho

Para J. R.


Olhos, pele, cabelo...
Tua cor se confunde com a minha.
Bebo teu líquido com sede de camelo,
E o teu marrom pelo meu corpo caminha.

Café com leite,
Línguas entrelaçadas.
Essas tardes de deleite
Para sempre ficarão guardadas!

Loucura, insanidade,
Criatividade que não tem fim.
Exploro a flor úmida na cavidade
Do teu enfeitado e bem-cuidado jardim.

5 comentários:

нєllєи Cαяoliиє disse...

flor essa que exala um perfume único a ti :)
Que perfeito esse Poema,amei imenso!
Beijos

Amanteli disse...

Gostei, vou guardar esse pra mim.Me lembra algumas coisas, mas no meu caso eu seria o café. que saudade, que saudade... "Loucura, insanidade(...)Exploro a flor úmida na cavidade
Do teu enfeitado e bem-cuidado jardim".Agora tá td diferente, mas 5 anos me condenaram...

Eliakim - www.geoabrangencia.blogspot.com disse...

A loucura e insanidade só aumentam
Quando a indecisão e a incerteza da escolha certa não vem logo ...

A.S. disse...

Doces e ébrios aromas
em pétalas que transpiram
desejos!...

Beijos meus!
AL

Aalsmeer disse...

Pode crer... vou anexar em minha bíblia e sair pregando por ai... kkk. Ei! vamos pensar no nosso próximo dueto! :)