quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Se e somente se


E se a morte esperasse pela nossa vontade?
E se pudéssemos escolher amar só quem nos amasse?
E se pudéssemos acabar com a saudade?
E se o pesadelo de te perder não me assustasse?

E se a distância não fosse problema?
E se não existissem dogmas e pecados?
E se a vida não fosse esse grande dilema?
E se todos perdoassem e fossem perdoados?

E se eu pudesse te ter só para mim?
E se houvesse reciprocidade?
E se existisse amor sem fim?
E se teu sentimento fosse de verdade?

E se eu simplesmente deixasse tudo fluir?
E se tu não fosses a razão do meu pranto?
E se eu pudesse te ninar e fazer dormir?
E se eu não questionasse tanto?

2 comentários:

Thainá Rodrigues disse...

E se o amor tivesse explicação talvez tivessemos tais resposias .. e se né amiga? rs Amei o post.

:*

Genny LiMo disse...

O bom da vida é não saber todos os minimos detalhes do que pode nos vir a acontecer.

Gostei, vc aderiu ao "Diga não à homofobia!" tbm, bom saber. ;*